minhas frases

AO NAVEGAR NO BLOG e quiser retornar ao início, clique no menu: "início"



Alguns artigos publicados foram pré-agendados (datas de publicação programadas) usando o aplicativo disponível no próprio Blogger, então, posso não estar online no instante da postagem.


Agradeço a sua visita. Se inscreva para eu te conhecer... bjuss...Mii

VISITANTES APÓS MARÇO- 2011

ASSISTA ALGUNS VÍDEOS QUE ESCOLHI.

Loading...

domingo

Poema de Neo Ertsem - DRÁCULA //vídeo: MALICE MIZER / Gackt

Quando nasceram noites e dias
Eu fui o primeiro na escuridão
O fui a primeira besta ou criatura
Fui eu que vi o tempo a tempos
Fui que me alimentei de tantos
Era eu que os homens temiam
Eu que era adorado chamado

Deus

Era eu que saia em noites vazias
Sentia no calor do sangue a vida
A vida de todas as idades e fases
Sentia o último pulsar em minha mão
Mas de dez mil anos se passaram
Muitas formas de vida  nasceram
Poucas se criaram, mas eu sobrevivi

Drácula

É como os nefastos e profanos
Como os não iniciados me chamam
Alguns me chamam de anjo
Outros me chamam de demônio
Muitos me chamam de vampiro
Ninguém mais me chama de Deus
Mas não sou humano nem monstro

Fui o primeiro da minha espécie
Fui o primeiro a andar debaixo do sol
A ver a dor, a morte o sofrimento
Mas sempre andando sozinho
Vendo quem amei morrer
E minha amada o sol levou
Junto levou todo meu amor

Agora sou corpo frio solitário
Sou apenas o Drácula
Não sendo nem a sombra do que já fui um dia
Sou apenas mito fantasia e mais nada

Sou ser sem alma...



(Neo Ertsem)


---- ----- ---- ---- ----


BRAULIO G VULCANIS, o jovem que escreve de uma forma simples as coisas que um homem sente. Sem deixar-se inibir por revelar tais sentimentos ou por comentários que poderiam serem feitos. Sempre traz algo que vai de encontro às dores, aos infortúnios, às contradições de amores. Busca insensantemente deixar-se amar e ser amado, fazendo elegias a um amor grandioso que deveras um homem gostaria de sempre ter por perto. 
É estudante de Direito, nascido no Rio Grande do Sul e usa o pseudônimo de NEO ERTSEM no mundo virtual, como ele diz, porque está escrevendo um livro cujo personagem tem esse nome.
Além de escrever coisas que vão em sua jovem alma, ainda percorre os caminhos de escritor, compositor e bloguista.


LINKS:


Seus escritos podem ser encontrados no site: RECANTO DAS LETRAS
Procure pelo nome: NEO ERTSEM


Seu blog (em construção)  é: brauliogv (blogspot)


Canal no Youtube: NEOERTSEM


SOBRE O POEMA:
Este poema eu escolhi entre outros tantos dele por achar interessante o modo como foi escrito. 
O tema pode gerar conflito, porém, deixando de lado a nossa razão e enxergar através do coração, veremos a luta de um ser que ora sentia-se um especial e,  por fim, percebe-se somente ser uma fantasia. O vampiro tanto visto em filmes, livros, etc reescrito de uma maneira sensível...(milena Medeiros-09/10/2011)
-----
destaco esse vídeo para compor o poema acima. Sei que o Neo Ertsem gosta de ouvir esse som.