minhas frases

AO NAVEGAR NO BLOG e quiser retornar ao início, clique no menu: "início"



Alguns artigos publicados foram pré-agendados (datas de publicação programadas) usando o aplicativo disponível no próprio Blogger, então, posso não estar online no instante da postagem.


Agradeço a sua visita. Se inscreva para eu te conhecer... bjuss...Mii

VISITANTES APÓS MARÇO- 2011

ASSISTA ALGUNS VÍDEOS QUE ESCOLHI.

Loading...

quinta-feira

DE LOBOS E LUAS TODOS TEMOS UM POUCO

http://burrowwolf.blogspot.com/

Recebi a imagem do Lobo que eu adoro, mas não consigo incluí-la ao lado, nem em html e nem como imagem nos gadgets

COMENTÁRIOS NÃO FAVORÁVEIS NO TWITTER E EM ÁLBUNS DE FOTOS





Tem gente que quer somente ouvir comentários favoráveis ao seu ponto de vista.
Não entendo porque comenta ou deixa seu álbum aberto a comentários.


A partir do momento que se comenta ou se abre um álbum á público, seja ele um público seleto por amizade e afinidade ou um público aberto, devemos também aceitar a resposta, sendo ela diferente ou não. Somente se for algo contra a lei ou que denigra certa categoria é que devemos agir e excluir tal comentário.


Hoje, vi um comentário no twitter que desfavorecia certas categorias e outro que   menos favorável ao público feminino.


Então, retuitei de volta, expondo meu ponto de vista.




É... 


Na internet ainda há pessoas que querem ficar na clandestinidade. Sabendo que a internet é um meio social aberto.


Se querem sua privacidade em tudo, deveriam ficar somente com seus próprios emails, sem aparecer nesta mídia!


Respeito cada opinião em meus espaços, sempre colocando a público todos os comentários. Somente retiro ou não aprovo os que tenham um cunho que fere a nossa legislação ou denigram quaisquer grupos, etnias, etc





segunda-feira

Poesia de Milena Medeiros- TALVEZ

TALVEZ 
SEJA TARDE... TALVEZ...

TALVEZ EU NÃO TE VEJA
E SE EU TE VER
TALVEZ NÃO TE SAIBA.

TUDO ESTÁ PASSANDO
RÁPIDO DEMAIS
E NÃO CONHEÇO MAIS ESSE TEMPO

SINTO-ME FORA
O MUNDO AO LARGO
SERTANEJA SEM TERRA
SAUDADE SEM RECORDAÇÃO

NADA ESPERA
NEM O TEMPO
NEM O SOL

SÓ VEJO-ME INERTE
EM TEMPESTADE
QUE NÃO CHEGOU

TALVEZ NADA EXISTA, 
DE FATO,
OU DE FATO EU NÃO EXISTA MAIS

HÁ UM LUGAR
QUE CHAMOU-SE VIDA
HÁ UM PONTO
QUE NEGOU-ME PASSAGEM

E EIS-ME AGORA 
FORASTEIRA,  SEM PEDIR CARONA
VOU ANDANDO NEM SEI PARA ONDE

TALVEZ SEJA TARDE...
TARDE PARA NUNCA MAIS
E SEI QUE O NUNCA É LOGO MAIS

E EU,  
QUE VI O AMOR PASSAR BEM ALI,
NA DOBRA DO MUNDO...
AGORA SOU A SOLIDÃO 
DEFRONTE 
AO TEU PORTÃO!

milena  medeiros-08/08/2011