minhas frases

AO NAVEGAR NO BLOG e quiser retornar ao início, clique no menu: "início"



Alguns artigos publicados foram pré-agendados (datas de publicação programadas) usando o aplicativo disponível no próprio Blogger, então, posso não estar online no instante da postagem.


Agradeço a sua visita. Se inscreva para eu te conhecer... bjuss...Mii

VISITANTES APÓS MARÇO- 2011

ASSISTA ALGUNS VÍDEOS QUE ESCOLHI.

Loading...

quinta-feira

Poesia de Negra Noite-ANSEIOS & RECEIOS/Sadistic Love - inspiração na música de JOHN SOKOLOFF


Tenho um colega de site (Poemas, contos, etc) no site Recanto das Letras- MARQUÊS SADE ROCCO -(link para o perfil: rocco ) que vem me seguindo e eu a ele.
Trocamos mensagens com compartilhamento de poesias e/ou vídeos musicais e de interesse mútuo à cultura. E aos nossos desejos e anseios.
Hoje, ele mandou-me algo de Vivaldi e eu o retribuí com essa do John Sokoloff e, no mesmo instante, veio-me a inspiração, que logo escrevi on line no Yahoo Mail. Segue abaixo o poema

ANSEIOS & DESEJOS  
(Sadistic love)

É inerte a minha dor
Dela, sem compaixão,
expresso
em linhas quebradas...

Tu não as sentes
nem a vês
essas cicatrizes
que o sádico destino
interpôs em minha pele,
outrora tão macia e pudica...

As marcas e a música
são emblemas
de uma confissão:
Amo
e não sou amada!

Isso, sádico-amor,
é tua alegria
já que compartilhas
das mesmas armas
as quais 
me transfiguraram...

O vale,
sombrio
derramado
em caminhos sinuosos,
serpenteia
a primavera de minha vida.

E só
a minha dor
caminha comigo
em recordações
que esmiuçam
um tênue fio
de esperança
tal qual
um imenso arco iris
num céu de inverno...

A solidão de horas
é meu único veículo.
E a noite,
onde escondo meus medos,
é a cama
onde sonho
sonho de donzelas
e acabo sempre
despertada
como em um pesadelo!


(Negra noite- 08/10/12-13:52h-online no site Yahoo- para o vídeo: Valleys- John Sokoloff)

Link para o vídeo que serviu-me de inspiração:
Canal Oficial no Youtube: John Sokoloff- Oficial

*negra noite é alter ego de Milena Medeiros - nesse alter ego ela escreve duramente as coisas da vida. Um olhar cru, desconcertante, muitas vezes...

O título e o subtítulo foram sugeridos, respectivamente,  pelos amigos: Ricardo Marques e John Sokoloff, aos quais compartilhei  e pedi a sugestão e, eles atenciosamente, o forneceram e aos quais deixo expresso os meus maiores sentimentos amorosos. 
Obrigada aos dois!