minhas frases

AO NAVEGAR NO BLOG e quiser retornar ao início, clique no menu: "início"



Alguns artigos publicados foram pré-agendados (datas de publicação programadas) usando o aplicativo disponível no próprio Blogger, então, posso não estar online no instante da postagem.


Agradeço a sua visita. Se inscreva para eu te conhecer... bjuss...Mii

VISITANTES APÓS MARÇO- 2011

ASSISTA ALGUNS VÍDEOS QUE ESCOLHI.

Loading...

domingo

Futbol - música por John Sokoloff


 John Sokoloff, músico e compositor. Eu o conheço somente virtualmente, mas o tenho com muito apreço. Ele enviou-me esse vídeo e o qual veiculo com muito carinho. 
Espero que os leitores e amigos deste blog possam admirar o trabalho desse artista. Junto com o vídeo a música parece ser uma coisa una. Os movimentos dos jogadores em rítmo com o movimento sonoro da melodia...

Não perguntei a ele, mas será que ele fez a música olhando essas imagens? Casam-se tão bem!!

Poesia de Negra Noite -Quando você não disse nada


QUANDO VOCÊ NÃO DISSE NADA!

Quando eu te vi a primeira vez
não te notei, homem e menino

quando eu te vi, no começo,
Não acreditei no Homem mas no menino

quando eu te vi na segunda vez
eu conheci o homem e senti o menino

quando eu te vi na segunda vez
eu amei o homem e abracei o menino

quando eu te vi pela última vez
a tua ausência calou-me

quando eu te notei pela última vez
A saudade foi maior e desisti de sofrer mais ainda...

(Negra Noite-25/11/2012-21:10h)
Quando a ausência é maior que a presença tudo se acaba....



Texto sobre saudade e solidão- blog de Chaiene Nascimento

Li este texto e gostei. Por isso RECOMENDO:

"Me atraquei aqui. Perto e longe demais de onde se encontra o meu amor e a mim. Não quero nada, não mais. Novos gostos escorrem pela minha língua, mas as vezes sinto saudade do samba a dois que dancei só. Mas saudade não é motivo pra nada. Não é desistência, é só um desvincilhar, uma olhadela para coisas que deixei de olhar. É só sabores de sorvetes diferentes. É só um distanciamento por precaução. Não aguento mais o tranco, por simplesmente não ter mais pelo quê lutar, a não ser por mim. É essa à quem me preocupo observar e cuidar agora. Não disseram para a pensar mais em mim? Então, estou fazendo-o. Ninguém pode me culpar por conseguir olhar para o que ainda tenho. Me atraquei aqui. Nessa sala, com esses livros e goles de vinho, toda dor é vã diante do som que a minha alma produz. Apanhei muito e só. Meus olhos atentos, minha pele sensível a permissão do universo. Deixo as coisas rolarem, nesse cais o vento irá dizer o que virá.

Leia mais no Blog de Chaiene Nascimento  - blog: Reencetar

deixo-me nesse porto...

Texto sobre Mentiras e suas versões- Blog de Chaiene Nascimento

Li este texto e gostei, compartilho com os amigos leitores:


"de fora então sentei, escutei todas as verdades que foram ditas, tudo em cada lugar, até as mentiras. Todas as versões foram ouvidas e decidi, não me envolver mais. Se o culpado de tudo isso foi encontrado, fico de fora. Não vou mexer onde só me resultou em pesos que nem consigo carregar. Me desloco da situação. Se as mentiras vão continuar, se vai haver reviravolta, e mais uma roda de dor gratuita, fico de fora. Que continuem agindo como se soubessem de tudo, e mentido uns pros outros, e até pra mim. Que continuem, mas eu me distancio, porque pela primeira vez estou de fora por pensar em mim. (sábado, novembro 03, 2012-PC)"

Texto publicado no Blog de Chaiene Nascimento (Blog - Reencetar)
As tuas verdades são mais mentiras ainda...