minhas frases

AO NAVEGAR NO BLOG e quiser retornar ao início, clique no menu: "início"



Alguns artigos publicados foram pré-agendados (datas de publicação programadas) usando o aplicativo disponível no próprio Blogger, então, posso não estar online no instante da postagem.


Agradeço a sua visita. Se inscreva para eu te conhecer... bjuss...Mii

VISITANTES APÓS MARÇO- 2011

ASSISTA ALGUNS VÍDEOS QUE ESCOLHI.

Loading...

quarta-feira

Recomendo o blog do CRIADOR JOÃO



Visitei o blog e gostei, recomendo aos amigos e leitores.
Criador João é um membro do Youtube, onde tem um canal com lindos e emocionantes vídeos. Hoje ele apresentou-me seu blog, recém montado, ao qual dirigi algumas palavras iniciais e muito amavelmente ele respondeu-me, conforme abaixo.

Alma de Poeta7 de dezembro de 2012 16:52
Olha só.. tá muito gostoso esse blog.

Belo início, amigo, belo início...

Que seja pleno em emoções boas, embora hajam recordações que nos machucam...até estas são deveras importante. São elas que nos promovem a se fechar para o mundo ou se abrir.
Estarei te seguindo aqui...

Parabéns pela beleza que existe em ti. (mii)

  1. agradeço sua consideração por tudo e até onde vens caminhando ao meu lado,sei que só temos isso no hoje,mas dos pequenos nos tornamos grandes...um grande abraço à vc pessoa tão admirada por mim,João(JJ)

Poesia de Negra Noite - MEDO DESSE TEU AMOR // Vídeo recomendado: Volver a amar - Cristian Castro

MEDO DESSE TEU AMOR

Não quero um amor violento
forte
mágico.
Tenho medo deste...
Quero um amor pequeno
fraco
que se vá ao primeiro raiar de sol
Deste não tenho medo...

O amor forte
que fica
me enciuma
dói em minha alma
pois não aprendi
a aceitá-lo
na forma que é.

Sei que naufragarei
em medos bobos
ciúmes doidos
e não alcançarei o porto
destino
coração

Sou marinheiro
de meia viagem
Nem tenente de fragata
Nem armador
não não sei lidar com esse amor
que vem assim como um relâmpago
e estronda ao meu lado
espraiando-me em risos

Não me dê um amor assim
afugenta-me de imediato
sou mais para barco à vela
do que para um iate
de possante motor.

Não saberei guiar-me em ti
nem sei como velejar-te
nada entendo desses instrumentos
que tens em mãos
e os estende em magia sedução.

Já te disse:
Tenho medo...
Dai-me água
preciso me acalmar!

(Negra Noite-02/01/2013-22:43horas)
Publicada no Recanto das Letras sob número 4064714 (vide comentários ao texto nesse site)

Recomendo: Damon & Elena|| What about now



Conheça mais: http://www.youtube.com/artist/daughtry